Conto Adulto Ninfeta Virgem

Vamos conferir o conto erotico novinha virgem fazendo sexo com colega de trabalho que tirou o cabaço da gostosinha.

Ola galera que confere sempre os contos eróticos aqui do site fotos de amadoras, hoje vou pra contar para vocês uma história que aconteceu comigo a muito tempo atrás na época eu tinha uma pronta entrega de roupas, e eu era o único que costurava, tinha um dois funcionários que eram meus amigos porém faltava um ajudante de costura, e eu tive a ideia de chamar uma amiga minha que na época não trabalhava resolvi dar a ela seu primeiro emprego.

Convidei para trabalhar comigo e ela aceitou de imediato onde ela muito feliz foi trabalhar no outro dia, lembro como se fosse hoje ela chegou um vestidinho floral com um perfume gostoso, me deu um beijo no rosto e disse por onde começo chefe, eu disse calma que vou te apresentar aos meninos, os meninos ficaram de boca aberta com a moreninha que seria amiga de trabalho deles, apresentações feitas disse a ela que ela trabalharia diretamente comigo me ajudando com as peças no dia dia, cortando arrumando me entregando essas coisas, ela achou o serviço uma moleza, e logo pegou a pratica, eu já deixava fazer as trocas de linhas, e um dia ela me pediu pra ensinar ela a costurar, eu logo me prontifiquei, como os rapazes moravam perto eles iam almoçar nas casas deles, ficando eu e ela sozinhos na fabrica que funcionava em um dos cômodos da minha casa, então depois do almoço comecei a ensinar ela a costurar como as maquinas eram industriais ela não tinha costume, mais eu fui bem paciente, eu ficava por trás dela pra ensinar ela a guiar o tecido e a maneira certa de segura-lo, segurava suas pernas pra guiar nos pedais certos e tudo mais.

continua depois da publicidade

Um dia eu estava por trás dela ensinando e senti seu perfume que estava uma delicia, por um breve momento eu parei respirei fundo e disse nossa, ela disse o que foi eu tentei disfarçar, mais não teve jeito eu disse a ela seu perfume é maravilhoso e ela tirando cabelo do pescoço disse chega mais perto pra sentir, eu cheguei perto do seu pescoço e dei uma cheiradinha, disse que gostoso e dei um beijinho no seu pescoço eu me afastei e senti que a parti dai ficamos mais próximos, ela fazia a comida, fazia o cafe, preparava uns lanches e de vez em quando lavava a louça, recebemos uma encomenda grande de um fardamento de uma conceituada empresa, e tínhamos um certo prazo pra entrega, tivemos que correr contra o tempo, então montamos uma base lá em casa mesmo pra ficarmos ate mais tarde trabalhando, ficávamos ate umas nove da noite e os meninos iam pra casa e Roseane ia tomar banho e eu levava ela no ponto pra ela ir pra casa isso já umas dez da noite, ate que ela tomou a iniciativa de dormi lá, já que estava de ferias da escola, e ia pra casa só dormi mesmo, eu disse que por mim tudo bem, mais ela disse que eu teria que ir falar com o pai dela, eu disse que tudo bem, o coroa não colocou empecilho tava feliz que a filha tava trabalhando e ia poder ajudar em casa.

Passamos a praticamente a morar juntos, e ela foi se chegando mais pra perto e ficamos mais íntimos ela me contava coisas de seu namoradinho e me perguntava coisas da minha noiva, nessa altura estávamos sem se ver por conta da minha encomenda, e eu fui descobrindo que Roseane era uma safadinha, já chupava pau de seu namoradinho e eles quase transaram, mais ela ficou com medo e não deixou ele penetra-la, e essas histórias dela tava me deixando com muito tesão, e ficava de pau duro, ela tava brigada com o namorado, e ele morava no interior, então ela tava carente, e ela começou a me seduzir, se insinuando, colocava umas roupinhas bem curtas que deixava eu ver a calcinha dela, os meninos já perceberam que ela estava me dando bola, eu fiquei na minha mais também fui entrando no jogo, como ela já estava costurando eu resolvi transforma-la em uma costureira e aumentei seu salário pra R$ 800,00 era o que um costureiro ganhava na época, ela super feliz me abraçou e me beijou no rosto e eu senti seu corpo todo coladinho no meu e quando senti seu perfume fiquei de pau duro, ela percebeu e demorou bastante no abraço, depois do expediente isso por volta de umas dez da noite ela me pede uma massagem que eu faço com todo prazer, deitei ela no colchão na sala onde ela dormia e comecei massageando seu ombro, ela estava com uma blusinha fininha sem sutiã e eu pude sentir suas costas massageei as suas costas toda e fui descendo pra sua bunda ela tava com um shortinho fino e eu perguntei se ela queria massagem nas pernas também ela disse que seria ótimo.

Fui massageando suas pernas ate chegar em sua bundinha, quando toquei em sua bundinha ela respirou fundo e eu fui apertando aquela bundinha deliciosa, por cima do short mesmo quando eu tentei enfiar a mãos por debaixo do short ela parou as minhas mão e disse por hoje chega, eu já tava de pau duro e disse poxa agora que tava ficando divertido, ela disse quem sabe amanha não fica mais divertido, eu dei um beijinho em sua testa e fui dormi, no meu quarto tinha tv e dvd e eu coloquei um pornozinho e me acabei num bela punheta, no outro dia transcorreu tudo bem e eu percebi que ela demorou bastante no banho, ela saiu já vestida num shortinho curto bem transparente e uma blusinha soltinha de alcinha, nossa que delicia de morena, eu fui entrar no banheiro e ela disse não demora que hoje eu quero uma massagem bem gostosa, eu mais que de pressa entrei no banheiro e sai rápido, foi um banho daqueles de soldado, quando sai ela já estava deitadinha no colchão, na sala e eu fui ate o meu quarto e trouxe um óleo corporal de amêndoas, eu disse trouxe um óleo pra massagem ficar melhor, ela disse pera que eu não quero manchar a minha blusa e simplesmente tirou a a blusa e deitou de costas e disse capriche hoje que eu quero relaxar, comecei passando óleo nas suas costas e massageando ela toda, como eu tava em uma posição incomoda perguntei se podia ficar sentado por cima dela, ela disse tudo bem fique a vontade, subi em cima de sua bundinha, já tava de pau duro e quando ia subir a mão por suas costas dava uma encostadinha com ele no meio de sua bundinha, ela não disse nada e eu curti bastante aquele momento, meu pau já tava molhando minha cueca, eu disse vamos massagear as pernas agora ela disse tudo bem mais você pode tirar meu short pra não manchar de óleo e eu disse é claro mais terei que tirar o meu, ela disse tudo bem mais cuidado ai com seu brinquedo eu sei que você não usa cuecas, eu dei uma risadinha e disse serio desde quando você percebeu desde o primeiro dia que eu vi você de pau duro.

Eu meio sem graça soltei: É você que me deixa assim ela eu percebi por isso me produzi pra você hoje, nossa eu fiquei de boca aberta quando abaixei seu short ela tava com uma calcinha enterradinha na bunda de rendinha fio dental e eu achando que a safadinha estava só de short, comecei massageando suas pernas com óleo e fazia questão de tocar com meu pau em suas pernas, ela fingia que não ligava, mais eu fui percebendo ela respirando mais profundamente a medida que eu ia subindo por suas pernas, quando eu tava massageando sua bunda fiz questão deixar o pau no meio de sua bundinha e fui massageando aquela delicia de bunda meu pau já melava o meio de suas pernas e eu louco pra meter bem gostoso naquela delicia, eu sinto sua mão acariciando minha perna subindo procurando meu pau, eu dei uma levantadinha e ela agarrou o meu pau e disse nossa como ta duro, deixa eu sentir ele no meio das pernas deixa, eu me deitei por cima dela com meu pau no meio e ela se contorcia sentindo meu pau duro no meio de suas pernas, eu já beijava sua nuca pescoço e tava procurando sua boca, ela se virou pra mim e eu pude sentir aqueles peitinhos deliciosos tocarem o meu tórax, que delicia, que pele macia e gostosa, eu desci a boca e enchi minha boca com aquele peitinho lindo e pequenininho, me acabei naqueles peitos ela me puxou pra cima ela queria sentir minha língua na sua boca, e eu dei o melhor beijo que já dei em toda minha vida, que boquinha gostosa, docinha que delicia de língua, e eu disse vem cá que eu quero sentir essa boquinha em meu pau, e ela disse tudo bem mais primeiro eu quero sentir a sua na minha bucetinha que eu preparei ela pra você hoje, eu mais que de presa tirei sua calcinha de rendinha e me apareceu uma bucetinha linda lisinha e toda meladinha de seus líquidos vaginais, eu caiu de boca naquela bucetinha linda, com um cheirinho de novinha que coisa deliciosa que chupada gostosa, enfiei a língua lá dentro e me acabei sentindo seu gosto delicioso, depois chupei bastante seu grelinho prendendo ele com os dentes e passando a língua nele bem rápido, ela gemendo e se contorcendo levantou o quadril e disse para que eu to gozando, eu vou morrer assim para e eu continuei chupando deliciosamente ate ela gozar bem gostoso na minha boca, caiu no colchão com a respiração ofegante se tremendo suando e o corpo dava leves espasmo ela disse nossa meu namorado nunca me chupou assim, e eu disse vem cá minha vez de sentir sua boquinha vem e ofereci o meu pau pra ela, ela arregalou os olhos e disse nossa que pica gostosa e como é grossa eu nunca iria aguentar isso dentro de mim, eu ri disse aguenta, é só vc deixar eu ir com jeitinho e ela disse nunca seu pau é muito grosso, e eu disse só um pouquinho vem cá, senti ele na sua boca, ela veio e foi tentando colocar ele todo na boca mais a sua boquinha era pequena só coube a cabeça, mesmo assim ela chupava como uma putinha, chupava lambia, enfiava a cabeça toda dentro da boca e eu fiquei bolinando sua buceta com os dedinho e ela disse cuidado ai que ainda sou virgem, e eu disse eu sei da pra sentir e eu enfiava os dedos só ate o seu selinho, ela gemia e chupava meu pau como uma putinha, eu dei uma forçadinha com o dedo e ele entrou um pouquinho e eu disse já era vc não é mais virgem ela deu um gritinho e um gemido e disse nossa continua vai e apertou minha mão com suas pernas e eu enfiei mais o dedo forçando mais sua bucetinha e disse deixa eu meter nela deixa, ela consentiu balançando a cabeça que sim e eu fui me ajeitando no meio de suas pernas, eu sabia que seu selinho ainda tava lá pois com um dedinho só não ia arrancar ele, eu fui colocando a cabeça, ela estava muito molhada e meu pau foi deslizando ate achar aquele selinho meio rompido, eu me posicionei bem e deixei o corpo cair por cima do dela enfiando o pau todo de vez arrancando dela um grito de dor, ela gritava aiiiiiiiiii ta doendo tira tira aiiiiiiiiiiiiiiiiiiii tira por favor, e eu beijei sua boca e fui acalmando ela, ate ela acostumar com ele lá dentro depois fui me mexendo devagar e ela foi acostumando com as estocadas, a dor já não era tanta e deu lugar a gemidos de prazer, eu fui metendo com mais força e esfolando aquela bucetinha, ela só gemia gostoso e eu fui me deliciando com aquela buceta, nossa que foda gostosa não aguentei muito tempo tirei o pau pra fora e derramei meu leitinho todo na sua barriguinha, sai jatos fortes e fartos deixando ela toda banhada de porra, depois fomos tomar banho e eu levei ela pra dormi juntinho comigo na cama, antes de dormi ganhei mais uma chupada espetacular com direito a gozadinha na boca e mais uma fodinha bem gostosa ao amanhecer, levantamos e tomamos café rápido pois os meninos já aviam chegado pra trabalhar, nesse dia recebemos uma visita de minha noiva e ela disse que iria ficar com a gente uns dias pra ajudar, atrapalhando assim meu romance com a Roseane mais ainda fodemos mais algumas vezes durante a noite pois minha noiva ia dormi em casa, só ficava com a gente durante o dia mais essa historia fica pra uma próxima vez as fotos não são reais mais se parece muito com a ninfetinha safada que trabalhava comigo, espero que gostem.

continua depois da publicidade

continua depois da publicidade

Relacionados

Deixe seu comentário

© 2019 - Fotos Amadoras – Fotos De Sexo Caseiro – Sexo Em Quadrinhos – Contos De Sexo


Online porn video at mobile phone


contos eróticos grátisfotos amadorasquadrinhos erotai papyfotos de viviane araujo nuaquadrinhos pornôsfotospornocontos eroticos com fotofotos amadoras gostosascontos eróticos novoscontos xxxsexo em quadrinhosnovinhas nuasimagens sexoquadrinhos pornôfotos amadorafotos de velhas nuascontos pornofoto de bucetashistorias em quadrinho pornogifs pornofotos de coroas gostosascoroas brasileiras nuascontos eroticos animadosseiren quadrinhos eróticosfotosamadorassexo quadrinhohistoria em quadrinho de sexohq porno incestoquadrinhos heroticoscontos eroticos realfotos amadoras pornoamadoras fotocontos eroticos cornoscontos adultoshistória em quadrinhos eróticosfotos amadorashq eroticonovinhas do zapfotos de mulheres casadas nuasfotos maduras nuashentai ay papipriminha gostosa 17fotos de coroas trepandofotos de mulheres gordas nuasquadrinhos eroticos familiaquadrinhos pornôsexo contosgibis eroticosdragon ball super pornohq eróticasquadrinho erotico gratisrelatos pornosporno quadrinhos incestoletícia colin nuafotos novinhas nuascoroa gostosa nuacontos eróticos ilustradosfotos de sexo amadorgibi incestobrenda gondackiseiren quadrinhos eróticosfotos de bucetas lindasfotos pornfoto de mulher peladafoto de coroa gostosafotos de gostosas peladascontos pornoplayboy fotosquadrinhos pornográficoscontos eroticos de lesbicasseiren gratisincesto hqrelatos eróticosfotos pornosfotos.amadorasletícia colin nuaquadrinhos eroticos de incestocontos eroticos menagefotos de bucetas cabeludascontos eróticos curtoscontoa eroticosvideo de casadascontos sexuaisaventuras de liafamosas nuasfamosa nuasfotos de casadas gostosascontos eroticos.comasiaticas nuascontos eroticos incesto pai e filhaimagens de mulheres nuasfotos de sexoscontos eroticos de incestoscontos eroticos novinhascontos eróticos quadrinhosfotos amadorarevista playboy fotos